CREPE DE TAPIOCA


A tapioca é um prato típico do Brasil, muito é usada como ingrediente em diversas receitas, doces e salgadas. Esta é uma moda que parece que tem vindo a pegar, aqui em Portugal. Até então só conhecia a tapioca em pérola, que costumamos ver em forma de pudim. Nunca fui grande apreciadora, até provar estes crepes da moda!

E o que é a tapioca?
Basicamente a tapioca é a fécula ou o amido extraído da mandioca. A tapioca pode ter a forma de flocos/pérolas, tendo que ser hidratados em água antes de se consumirem, duplicando o seu tamanho. Também pode ter a forma de farinha ou goma hidratada. Ambas têm grandes vantagens: não têm glúten, nem sal, são ricas em ferro, vitaminas do complexo B e ácido fólico, tudo coisas boas. Mas atenção, a tapioca pode ser uma boa alternativa ao pão, mas por ser rica em carbohidratos simples é rapidamente absorvida pelo organismo e por isso deve ser consumida com alguma moderação. 

Adoro ao pequeno-almoço e é uma óptima opção para uma refeição leve, principalmente quando temos pressa, porque é super rápido e fácil de fazer. 


Não é super fácil de encontrar esta goma já hidratada de mandioca, a versão farinha, em Portugal. Mas encontram à venda em lojas que vendam produtos brasileiros (no Martim Moniz em Lisboa há algumas), em algumas lojas de produtos naturais, como nas lojas GloodCeleiroTerra Pura e também online em Tapiofit.


CREPE DE TAPIOCA

2 colheres de sopa de goma pronta de tapioca
Frigideira anti aderente

Peneiro a goma de tapioca, directamente para a frigideira, ainda fria. Abano a frigideira para espalhar bem e calco ligiramente, a farinha com uma colher, para remover quaisquer grumos.

Ligo o fogão em lume médio-baixo e espero alguns uns minutos até a tapioca começar a aglutinar. É normal aparecerem algumas fendas. Os experts, fazem-nas super finas, quase rendilhadas e sem fendas. Eu ainda estou a aperfeiçoar a técnica, mas ficam óptimas na mesma!

Abano a frigideira e, se a tapioca se descolar, viro com a ajuda de uma espátula. Deixo cozinhar mais um minuto.

Para  o recheio frio, como fruta, está pronta. É só tirar a tapioca para um prato, colocar o recheio numa metade e dobrar.

Quando quero um recheio quente, se for queijo por exemplo, antes de tirar da frigideira, viro uma última vez, coloco o recheio e dobro ao meio como um crepe. 

Já experimentaram esta receita? Preferem salgada ou doce?



Sem comentários:

Enviar um comentário