BRUMA DE ROSTO - ÁGUA DE ROSAS


Adoro água termal e uso à séculos, no rosto e no corpo. Sou muito fã, destas brumas de água old-school, mas actualmente existe toda uma nova geração de brumas de rosto (também chamadas de face mists), que além de água, podem ter outros ingredientes hidratantes como óleos, extratos botânicos ou glicerina vegetal. O único problema, para mim, com grande parte das brumas de rosto que encontro à venda é que muitas das fórmulas , contêm álcool e a minha pele odeia isso. 

Por esse motivo, tenho me limitado à agua termal - que é uma maravilha, by the way. Já uso há anos a água termal da Avène e é um salva vidas, seja verão ou inverno - tenho alguma curiosidade em experimentar a Eau de soin da Bioderma, que é uma bruma que também proporciona protecção solar além de hidratação. Quem já experimentou deixe opinião nos comentários :) thanks!

Estas águas são óptimas, mas atenção que a forma de uso pode não ser assim tão simples.


COMO USAR BRUMAS E ÁGUA TERMAL

Então, a ideia geral que existe deste género de brumas e águas termais, é que podemos pulverizar deliberadamente a toda a hora. Eu pelo menos pensava assim, até que percebi que a minha pele secava imenso… Depois de investigar fiquei a saber que, sem qualquer ingrediente hidratante para ligar a humidade à pele, a água evapora-se tornando a pele ainda mais seca do que estava antes. Ups! Isso até pode ser bom, para quem tem a pele oleosa, mas eu acho que mesmo a pele oleosa precisa de hidratação, então não recomendo de todo. Apesar de algumas novas brumas faciais, já conterem agentes hidratantes, continuo a preferir usar este método, pelo menos quando aplico água termal.

1. Seguro o frasco a cerca de cinco ou seis centímetros de distância do rosto e borrifo.

2. Deixo actuar por mais ou menos um minuto e depois (MUITO IMPORTANTE) absorvo o excesso com um lenço de papel.

Existem outras formas de usar a água termal, assim como a bruma facial. Após a limpeza do rosto, borrifando num algodão ou directamente na pele e aplicando, de seguida, sem deixar secar, o hidratante. Colocar o creme hidratante numa pele húmida, funciona bem, porque estamos a selar a água com outro produto e por isso não importa que tipo de bruma ou água usamos neste caso. Também são óptimas para ajudar a fixar maquilhagem ou para borrifar a meio do dia e refrescar o rosto.


Inspirada pela bruma facial da Mario Badescu, fiz a minha versão, o mais simplificada possível e sem álcool, para usar como spray facial refrescante ou como tónico, dependendo da forma que me apetecer usar. Escolhi usar água de rosas, porque a minha pele aceita muito bem esta água da loja Celeiro, de onde trouxe também os restantes ingredientes. Optei por não juntar aloe vera, por uma questão de acessibilidade, mas também é óptimo para a pele e eu sou super fã. 

BRUMA DE ROSTO DE ÁGUA DE ROSAS

1 frasco spray vaporizador
Glicerina vegetal
Água de rosas
Óleo facial * (opcional)

Para fazer esta bruma, tão simples, achei que seria realmente mais prático apresentar as quantidades em percentagens. Assim podem fazer em qualquer tamanho de frasco, que e as percentagens serão sempre as mesmas. Uma vez que este face mist contém óleo e água, é necessário agitar antes de usar e não pulverizar com os olhos abertos. 


80% Água de Rosas (ou 50% água mineral + 30% água de rosas)
A água de rosas é um ingrediente natural que hidrata, purifica, acalma a pele.
Pode ser usada em todos os tipos de pele e ajuda a acalmar a pele sensível e irritada mas também equilibra a oleosa, tem acção anti-idade, hidratante, suaviza linhas e dá brilho. Pode ser usada como tónico, para limpar a pele e por ser refrescante também ajuda a descongestionar a zona ocular. 

10% Glicerina Vegetal 
A glicerina possui propriedades hidratantes, pelo que é indicado para amaciar e lubrificar a pele. Por ser suave e neutro aplica-se a todos os tipos de pele.
Graças às suas propriedades higroscópicas, é usada em muitos produtos hidratantes para pele, uma vez que ajuda a aliviar os problemas de pele seca e sensível, atraindo a água a partir das camadas inferiores. 

Opcional - 10% Óleo de Jojoba (ou outro óleo de preferência)
Optei pelo óleo de jojoba, porque é bom para todos os tipos de pele. Dado a sua semelhança com o sebo natural da pele ajuda a encontrar o equilíbrio, regulando o PH natural da pele. Tem a capacidade de penetrar profundamente a pele, mantendo a humidade e melhorando por isso a elasticidade da pele seca. Contém vitamina B que ajuda a reter a humidade e fazer a pele lisa enquanto atenua as linhas finas e vitamina E que funciona como um poderoso antioxidante com efeito anti envelhecimento. Também é rico em minerais valiosos, como zinco, cobre e outros nutrientes que são úteis para a firmeza da pele e fornece algumas propriedades anti-fúngicas e anti-bacterianas, sendo por esta razão, muito bom também na pele oleosa. É um óleo muito pouco comodogénico, ou seja não obstruí os poros. * É muito importante que o óleo facial escolhido seja 100% natural, por isso leiam bem os ingredientes antes de comprar. 




1 comentário:

  1. Eu uso a da Avène também, há imenso tempo, mas confesso que essa não conhecia! Parece-me muito bem :) Beijinho

    thebrunettetofu.blogspot.pt

    ResponderEliminar