2 SÉRIES PARA VER NO FIM-DE-SEMANA


É, finalmente, Sexta-feira! Há semanas que passam e parecem anos, principalmente quando queremos sol todos os dias e recebemos chuva e frio. Por estas bandas foi assim esta semana e por aí? Aposto que há muito sol noutros pontos do globo - aqui é que nem por isso, pelo menos para já !
Por isso, 6ª feira com frio e chuva é motivo mais que suficiente para mim, para me enterrar no sofá, comando numa mão e chá bem quente noutra. Tv on, let's go!

THIS IS US

This Is Us, é uma série dramática produzida pela 20th Century Fox Television para a NBC em 2016. É um estilo de série, simples, honesta e cativante que para mim se tornou refrescante no panorama das séries do momento, dado o enfoque principal serem as pessoas e as suas relações e não cenas violentas e sanguinárias.

A série está estruturada à volta de três histórias - Jack (Milo Ventimiglia) e Rebecca (Mandy Moore), os gémeos Kate (Chrissy Metz) e Kevin (Justin Hartley), e Randall (recente vencedor de um Emmy, Sterling K. Brown). Jack, Kate, Kevin e Randall compartilham o mesmo aniversário, mas no final do primeiro episódio, descobrimos que eles estão ligados de uma maneira muito mais forte. Milo Ventimiglia, Mandy Moore e Sterling K. Brown, compõem um trio poderoso que não sabia que precisava na minha vida, até agora.

Há muitas reviravoltas no enredo, enquanto este alterna entre narrativas actuais e passadas. É muito interessante acompanhar todo o desenvolvimento das personagens desde o início e ver a forma simples como passado explica o presente. A cada episódio há um twist na história. Isto mantém-nos “agarrados" e dá vontade de entrar em modo maratona e ver a season toda de uma só vez! Mas o melhor é resistir à tentação, não só porque cada episódio tem 45m, mas principalmente, porque a partir de uma certa altura, começamos a ter vontade que a história não tenha fim.

Só de ver o trailer, percebi logo que ia precisar de ter muitos lenços à mão. É uma série muito emocional, faz-nos olhar para nós, repensar a nossa vida, o que fizemos até agora, o que gostaríamos de alterar, os erros do passado. Essas lamechices todas. Lágrima no olho, em todos os episódios. TODOS! What’s wrong with me?!
This Is Us é literalmente um drama familiar muito sentimental. Para quem gosta do género é como um grande abraço aconchegante e confortável. 
Fiz a série durar o mais que consegui e atenção que esta temporada tem 18 episódios!  Acabei de ver esta semana e quero tanto a segunda temporada, que equaciono ver uma segunda vez enquanto espero. (Eu vejo todas as minhas séries online, mas esta também passa no canal Fox Portugal às 5ª feiras.) 

Quem já viu esta série?



BIG LITTLE LIES

Tenho que ser honesta. Quando dei com esta série, o que realmente me chamou a atenção foram as protagonistas: Nicole Kidman, Reese Witherspoon - duas actrizes oscarizadas - e Shailene Woodley - que mais cedo ou mais tarde também há de ganhar um oscarzinho. Além disso, conta com direcção de Jean Marc Vallee (Dallas Buyers Club) e com David E. Kelley como produtor executivo (The Practice, Ally McBeal). Uma produção de luxo, ao nível do que a HBO já nos habituou. 

Só depois de começar ver é que fui investigar e fiquei a saber que é uma adaptação do romance de Liane Moriarity com o mesmo nome. Tal como no livro, a história gira à volta da aparentemente perfeita vida de três mães de crianças de sete anos de idade - Celeste (Nicole Kidman), Madeline (Reese Witherspoon) e Jane (Shailene Woodley) e dos seus segredos.

Logo no primeiro episódio, percebemos que o enredo centra-se à volta de uma morte, mas quem, o quê e o porquê vai surgindo lentamente, sendo esse acontecimento, maioritariamente, um dispositivo para nos apresentar às três mães, que podem ou não ter feito parte dessa morte.

Comecei a ver ontem e já estou a ficar viciada. Do que já vi, Witherspoon é uma mulher stressada e super control freak, Kidman é uma bomba à espera de rebentar e à beira do precipício e com um marido agressivo (Alexander Skarsgård) e Woodley é uma mulher que emocionalmente quebrada e que tenta vingar como mãe solteira.
Para já, percebo que é uma história que quer mostrar o poder e o impacto da família, comunidade e amizade e todo o significado e drama que esses laços envolvem. Saberei mais com o desenrolar da historia desta mini-série, de luxo de (apenas) sete episódios. Esta vai, certamente, ser a minha aposta para o fim de semana.

Que séries andam a ver?

1 comentário: