MERCURY RETROGRADE


Ainda nem dois meses passaram neste novo ano e para mim parece que foi à imenso tempo. Tenho tido alguns projectos e assuntos que estão na gaveta porque não tenho conseguido que o tempo chegue para tudo. Sinto-me triste por isso.

Talvez não esteja a gerir da melhor forma o meu tempo, porque preciso sempre de mais horas no dia e mais força para continuar. Na verdade tenho estado com a gripe da moda, o que também não tem ajudado e os dias cinzentos também são algo difíceis para mim, porque simplesmente não funciono bem.

São desculpas, pois talvez sejam, não sei. Talvez me queixe muito e me arraste nessa teia tempo demais, mas quando o sol bate na minha janela garanto-vos que sou outra pessoa!


Já houve tempos em que criava imenso, na minha fase deprimida e triste. Hoje em dia é totalmente o contrario. Quando estou mais em baixo, só quero mesmo deprimir e não expandir. Porque será que não consigo aproveitar a minha fase escura e a minha fase clara, como muitos artistas. Qual o exercício que temos que fazer, para chegar lá? Talvez porque não sou uma artista de escola, sou simplesmente alguém que nasceu com o sentimento de querer fazer isto toda a vida. Não sei.

Tenho também alguns projectos que estão em standby, que adoro de coração e que não estou a dar a atenção devida. Não é que não os queira ou que goste menos deles, simplesmente estou numa fase de estagnação e isso não me agrada.

Será que o fenómeno do Mercúrio retrógrado me está a influenciar de alguma forma, tanto dentro como fora da minha cabeça? Até a minha televisão sofreu uma avaria estranha e fora do comum nestes dias. Não sei o que pensar, mas qualquer das formas e apesar de ainda não ter pegado na pasta das tarefas pendentes, tenho pensado, reflectido e ponderado acerca dos próximos passos a tomar, ainda que sem decisões concretas até ao momento... Estou num período de introspecção e reflexão.

Se não têm ideia do que eu vos estou a falar, então vamos lá. Os planetas estão em constante rotação e os seus movimentos afectam todos nós de diferentes formas. Todos os planetas são "retrógrados", mas a rotação de Mercúrio parece ter um impacto maior em muito mais pessoas do que qualquer outro. Mesmo as pessoas que "não acreditam em astrologia" muitas vezes acreditam nas repercussões loucas do Mercúrio retrógrado!

Isto tudo porque Mercúrio rege a comunicação, o pensamento claro, da verdade e das viagens, por isso, quando o planeta entra nesta fase retrógrada - o que significa que existe a ilusão que está a andar para trás - todas essas coisas andam mais devagar ou ficam estagnadas. Mercúrio não está realmente a andar para trás, está só mais próximo do sol, mas a partir da Terra parece que gira ao contrário.

Mercúrio termina o seu primeiro estado retrógrado de 2015 hoje, dia 11 de Fevereiro, por isso tenho obrigação de andar para a frente. 'Bora lá até ao infinito e mais além, sem esquecer que o próximo período do Mercúrio retrogrado começa a 19 de Maio. Talvez já esteja mais preparada para este fenómeno nessa altura.



Sem comentários:

Enviar um comentário

INSTAGRAM